segunda-feira, 14 de março de 2016

Tem gente que fala que seria mais feliz vivendo em outra época. Pode ser na época dos ninjas, na época dos piratas, whatever. Eu adoro a época em que estamos vivendo!
Pensa só, em um único lifetime, nós vamos passar por *duas* revoluções históricas. A primeira foi quando a gente presenciou a internet nascendo. A segunda começou ali no B37 da segunda partida, quando o Alphago fez uma jogada não-humana e o Lee Sedol ficou tão nervoso que levantou e ficou dez minutos longe do tabuleiro. Nós estamos vendo o começo da era das máquinas.
O Go era a barreira que faltava, agora já dá pra dizer com segurança que nós somos piores que os computadores. Para mim, é hora de começar seriamente a pensar se a sua profissão tem futuro, porque daqui a dez anos você pode estar ultrapassado. Os motoristas de táxi já eram, e eu acredito seriamente que em 20 anos os próximos vão ser os jornalistas, e, se não fizerem uma reserva de mercado para humanos, em seguida os médicos.
Matemáticos e programadores estão relativamente seguros com proteção divina de São Gödel e São Turing, mas tirando isso corre o risco de sobrar só babás. As profissões que sobram são aquelas que existiam antes da agricultura, e que foram moldadas por milhões de anos de evolução, ao invés de milhares de anos de inteligência. O resto vai capitular.

Repostando o link para o B37 só para vocês verem a cara de incredulidade dos comentaristas: 




8 comentários:

  1. Em que ponto do vídeo acontece essa jogada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juro que não tinha pulado para o ponto quando tentei :P Valeu!

      Excluir
  2. Ricardo, você teria algum material bom sobre o potencial da computação para outras profissões além das 2 que você citou. Queria me focar em calculo estrutural, engenharia civil, mas com os softwares de hoje cada vez mais simples e confiáveis tb me vejo sem emprego num futuro próximo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engenharia é um curso bem flexível, mesmo se você especializar em cálculo estrutural, ainda vai ter o background para mudar de área depois, se precisar. Repare que independente de como os cálculos são feitos, a legislação requer que tenha um engenheiro responsável para assinar a obra (foi o que eu quis dizer com "reserva de mercado para humanos", o computador faz tudo mas o humano aprova).

      Excluir
    2. Que São Gödel e São Turing lhe ouçam haha, falando em santos, seria bem vinda a atualização daquela lista para que está pensando em iniciar na computação.

      Abraços.

      Excluir
  3. Ric, o que você acha da computação quântica? Sabia que o Richard Feynman publicou um paper em 1982 sobre o assunto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho o livro do Feynman com a transcrição completa dessa aula, mas eu ainda não manjo de computação quântica não.

      Excluir